Razão ...

RAZÃO ...


O conhecimento que recebemos, na maioria das vezes, não tem muita relação com a nossa história, no máximo tem relação com a nossa formação profissional.

Aprendemos a acumular conhecimentos, aplicar fórmulas, analisar teorias, repetir regras ...
Todos esses eventos têm relação direta com a nossa história pessoal, nossos sonhos, expectativas, projetos, relações sociais, frustrações, prazeres, inseguranças, dores emocionais e até crises existenciais.
Adquirir essas experiências e vivê-las a tal ponto de segurar as lágrimas para que não derramem, estar preso a pensamentos nunca revelados, ter temores não expressos, palavras não ditas, inseguranças comunicadas e reações psicológicas não decifradas, são àquelas em que aprendemos na escola da existência. É nessa escola que deixamos raízes, saudades e memórias infindáveis.
É vivendo com cada experiência, que aprendemos a lidar com ela.
Por todos esses motivos, a razão desse espaço é dividir aprendizagem, oportunizar leituras, e claro, me exercitar na escrita e na comunicação.

Seja muito bem vindo!


domingo, 28 de fevereiro de 2010

Uma ova

Não está aceitando uma ova.

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA


Olha o vídeo lá.........


Eeeeeeeeeeeeee domingãoooooo!!!!!!!!!!

Domingão

Olá!

Hoje o dia amanheceu meio 'xoxo' né? Não choveu, não fez sol, não fez frio não fez calor...
Acordei às 5:22. Acredita?

Liguei a TV e fiquei vendo desenho, depois coloquei um DVD do Walt Disney... cochilei e acordei de novo.

Li o dia todo na internet: terra, g1, o fuxico, orkut...rs
Li a bula da nova tintura [que estou cansada de usar] e estou desde ontem tentando colocar um vídeo no meu post anterior sem que seja por link. Já pelejei, consegui até baixá-lo, mas como ele é enooooorme, aqui não está aceitando. :(

Aí, aproveitei o dia para mim: estou me dando tooo-dos os tratamentos de beleza.
Quero começar a semana disposta e com cara boa.

Eeeeeeeeeee.

[Ah , recebi um e-mail do papai e ganhei outro presente ....delícia ganhar presente!]

Boa semana para nós!

Beiju.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

É imposível ser feliz sozinho?

video

"Alimentar muita expectativa, é o caminho mais curto para a frustração, contudo o isolamento do ser humano deve ser tratado com poesia e beleza.

Eu bem que gosto de ficar sozinha. Já tive ótimos momentos comigo mesma. Mas reconheço que os momentos sublimes, aqueles eleitos como inesquecíveis, aconteceram quando eu estava "avec". Reconhecer isso, não me faz desprezar a solidão, mas me impede de adotá-la como estilo de vida permanente.

Sozinha, eu posso ser mais livre, mas não sou desafiada. Compartilhar a vida com alguém exige participação: somos impelidos a nos manifestar, a traduzir em gestos e palavras o que estamos sentindo, e isso engrandece o momento, cria o vínculo, avaliza o que está sendo vivido, confere magia ao instante, credibiliza aquilo que está nos deixando emocionado.

Não precisa ser um momento repartido com seu grande amor: pode ser também com os pais, com um irmão, um amigo, até mesmo com desconhecidos. Pode até acontecer entre dois, e também pode acontecer entre muitos. Um show vibrante, todos cantando a mesma letra. Imagine se o espetáculo fosse exclusivo para você: que graça teria?

Estando sozinhos, a sensação interna sobre o que está sendo vivido é quase melancólico, mesmo que são seja. Juntos, até o que parece alegre, fica."

Dedico esse post aos meus pais, que me fizeram muito muito felizes nessas última semanas [ e estão preocupados com meu 'isolamento'], aos meus amigos que mesmo de longe têm-se mostrado perto e a todos aqueles que encontram uma forma de me dizer: estou aqui, hein?

Não se preocupem tanto: vai ficar tudo bem!!

Beiju.

* texto adaptado de Martha Medeiros, publicado na A Tribuna em 21 de fevereiro 2010. p. 9 *

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

A Lei do Caminhão de Lixo


Olá!

Recebi esse e-mail hoje de um queridíssimo e vou compartilhar:


Um dia peguei um táxi e fomos direto para o aeroporto.
Estávamos rodando na faixa certa quando de repente um carro preto saltou do estacionamento na nossa frente.
O motorista do táxi pisou no freio, deslizou e escapou do outro carro por um triz!
O motorista do outro carro sacudiu a cabeça e começou a gritar para nós.
O motorista do táxi apenas sorriu e acenou para o cara.
E ele o fez bastante amigavelmente.
Assim eu perguntei:
'Porque você fez isto?
Este cara quase arruína o seu carro e nos manda para o hospital!'
Foi quando o motorista do táxi me ensinou o que eu agora chamo “A Lei do Caminhão de Lixo".
Ele explicou que muitas pessoas são como caminhões de lixo.
Andam por ai carregadas de lixo, cheias de frustrações, cheias de raiva, e de desapontamento.
À medida que suas pilhas de lixo crescem, elas precisam de um lugar para descarregar, e às vezes descarregam sobre a gente.
Não tome isso pessoalmente.
Apenas sorria, acene, deseje-lhes bem, e vá em frente.
Não pegue o lixo delas e espalhe sobre outras pessoas no trabalho, em casa, ou nas ruas.
O princípio disso é que pessoas bem sucedidas não deixam os seus caminhões de lixo estragar o seu dia.
A vida é muito curta para levantar cedo de manhã com remorso, assim.
Ame as pessoas que lhe tratam bem.
Ore pelas que não o fazem.
E tenha um dia abençoado, livre de lixo.

Lembrem-se da sabedoria da água:
'Ela nunca discute com seus obstáculos, simplesmente os contorna'.


Autor desconhecido


Beiju.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

para Francisco


Foto: Cris_Cisco


Olá,

Enfim fui à casa da profª Elisa buscar meus presentes.

Que delícia ganhar presentes.

Mal pude entrar no ônibus e elegi o para Francisco para começar a ler.
Me ative completamente ao texto, à estória em si e como ela se transcorria.

Cheguei no meu condomínio, fui tomar um lanche e continuei lendo-o.

Em casa, foi só o tempo de tomar um banho, checar meus e-mails, o blog, e fui para o quarto. Só fechei o livro quando terminei-o.


Que lindo a Cristiana, o Guilherme e o Francisco.
Que lindo o amor.

Por isso, em homenagem a essa mulher, que tem como o conhecimento do que é o ápice do e amor e da dor, vou divulgar seu blog
para Francisco e o vídeo de lançamento do livro.


Beiju.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Resiliente - O Ser


Olá!


Há uns anos atrás, mamãe me entregou um artigo que falava sobre resiliência. Muito provavelmente eu devia estar passando por problemas e não estava achando um rumo para que eles tivessem um fim. Ou para que a dor, não me machucasse e não me fizesse perder o foco.

Essa semana, vi na atualização do meu orkut , uma comunidade falando sobre esse tema e achei apropriado tratar um pouco dele.


"Resiliência é a capacidade concreta de retornar ao estado natural de excelência, superando uma situação critica. Segundo dicionário Aurélio, é a propriedade de pela qual a energia armazenada em um corpo deformado é devolvida quando cessa a tensão causadora de tal de formação elástica”.

“ È A ARTE DE TRANSFORMAR TODA ENERGIA
DE UM PROBLEMA
EM UMA SOLUÇÃO CRIATIVA”
GRAPEIA/2004

Desse modo, posso dizer que vivemos em uma era em que a resiliência deve ser lembrada e praticada: em casa, no trabalho, no convívio social, com o parceiro e em todas as situações em que houver gente.
Em um site de administração que aborda o tema motivação e liderança, cita que resiliência "é a competência do momento". Originário do latim, o termo resiliência, do verbo resilire, significa "voltar para trás" ou "voltar ao estado natural". Pois bem, quem nunca disse algo que não deveria ter dito? Quem nunca agiu de tal maneira que acabou por se arrepender depois? Essas atitudes pós são as que a resiliência quer evitar. Por isso o termo pró, tem sido usado e lido frequentemente.

Resiliência pode não ser tão fácil entender, já que muitos podem confundir com passividade. Definitivamente não é isso!

Resiliência, segundo Eduardo Carmello, diretor da Entheusiasmos Consultoria em Talentos Humanos e autor do livro "Resiliência - A transformação como ferramenta para construir empresas de valor", da Editora Gente é:
  • Promover as mudanças necessárias para atingir seus objetivos e os da empresa;
  • Manter as competências e habilidades, mesmo diante das adversidades;
  • Antecipar crises, prever adversidades e se preparar para elas;
  • Ter firmeza de propósito e manter a integridade.
Carmello diz mais: "O profissional resiliente tem três principais características: ele é antenado no mercado e detecta os sinais de oportunidades frente a mudanças ou adversidades, sem ficar só olhando para o lado ruim da situação; ele consegue entregar o que promete; e ele é capaz de promover mudanças estratégicas e entender seu valor", afirma Carmello.

Bem... ver o lado mais leve das coisas, procurar enxergá-las mais amplamente e mostrar-se disposto a inovar, são também características resilientes de quem se preocupa não somente em demonstrar essa postura no ambiente de trabalho, mas de quem se esforça a ser uma pessoa melhor em casa, para a família e os amigos.
Vamos ser mais felizes?

Beiju.



Fonte: A Resiliência. Disponível em: Acesso em 23 de fev. 2010.
Fonte: Saiba tudo sobre resiliência e veja por que as empresas preferem os resilientes. Disponível em: Acesso em 23 de fev. 2010.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Pegar no tranco



Olá!

Até eu pegar no tranco e começar a elaborar assuntos, devo ficar uns dias escrevendo, outros não.. por favor não desistam de mim. Eu valho! rss.

Mas, já que estou aqui, gostaria de dizer que estou passando uns dias penosos. Acostumei instantaneamente com meus pais em casa que vieram só para a minha formatura. Passar pelo quarto deles e vê-lo vazio não está sendo nada fácil. Passei 10 dias no convívio familiar e vi que, longe deles tenho perdido a chance de ver meus pais mais velhos, mais leves, mais engraçados e muito bem humorados. Eu ri tanto com eles aqui, que acho que estou chorando até hoje, só de imaginar que passarei mais tantos meses sem ouvir as tiradas muito bem humoradas da minha irmã e as imitações hilárias do meu pai em público - ele imitou o Michal Jackson na praia, o Roberto Carlos aqui em casa, uma bicha no shopping e um tipo aleijado no terminal de Jacaraípe).
A mamãe? Bem, ela está cada dia mais linda, preocupada com seu ofício de artesã e de cuidadora do lar, e [cuidadora] claro do seu invejável corpo que parou no tempo. A mulher teve quatro gravidezes e estamos com pesos praticamente equiparados.
Ai! Preciso me cuidar....

Mas foi tudo uma delícia e é por isso que estou curtindo esses dias de luto..:(
Foi bom, foi muito bom. Quero de novo!


Beiju.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Secretariado Executivo Trilíngue

Olá!

Me formei em Secretariado Executivo Trilíngue esse mês
. Que delícia! Desde então - e um pouco antes também - comecei a me interessar por vagas no mercado que realmente pudesse fazer jus ao meu bacharelado, já que antes eu concorria somente com o nível médio :(.

Como forma de divulgar essa profissão - que eu AMO - vou postar novidades, instruções, novas portarias, oportunidades de emprego e informações gerais sobre esse profissional.

Para começar, gostaria de dizer que a nossa profissão, como todos nós sabemos, não possui um Conselho Regional. Portanto, devemos realizar o Registro em nossa carteira de trabalho.

Para isso, o profissional deve ir ao Ministério do Trabalho e Emprego para fazer o registro da seguinte forma: levar fotocópias do documento de identidade (RG), CPF, Comprovante de Residência, Diploma ou Certificado de Conclusão de Curso e Carteira de trabalho (somente página que tem a foto e o verso).

É necessário levar os documentos originais, pois, lá mesmo é feita a autenticação dos documentos.
Feito isso no prazo de dez a quinze dias é só passar la e registrar na Carteira de Trabalho.
E o melhor de tudo é que não pagamos nada, apenas as cópias.

Beleza?

Beiju.

Compro e vendo






Olá!


A madrinha do meu blog, Elisa Avelar, vende no seu, várias coisinhas ótimas e barata
s.
O preço estava tão tentador, que comprei um casaqueto trench coat nesse bruta verão ...

Para compensar - já que não vou poder usar nada disso agora - comprei dois livros que já vou começar a lê-los.


Lá tem muito mais coisas, inclusive uma mesa de jantar ..... vai lá!


Beiju

P.S.: se bem que seu eu ligar o ar condicionado geladésimo, eu vou poder usá-los. hehe

Impressões


Olá!
Eu que gosto tanto de ler e de escrever, ainda não tinha pensando em ter um blog. Justo eu!
Então, como seguidora de alguns blogs [exatamente dois] resolvi que é hora de fazer o que taaanto gosto: ESCREVER.
Vou começar reclamando: [1] não tem a minha fonte preferida Comic Sans, [2] ainda vou mexer váááárias vezes nisso tudo aqui porque sou frenética com diagramação e .. .. [3] ai que bom estar aqui.
Beiju